Image Alt

Nossos Projetos

2018,2

Fundada em 2015 por Mateus Paiva Sousa, aluno premiado na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), a Olimpíada Brasileira de Matemática Virtual (OBMV) nasceu da ideia de uma nova competição, uma que acontecesse virtualmente e pudesse instigar a curiosidade pela matemática em atividades corriqueiras. Assim sendo, conseguiu atingir 40 estudantes em sua primeira edição.

É a partir de 2016, sob nova coordenação de Renan Oliveira Proença, medalhista na OBMEP e proprietário da página Obmepeiros, que a competição permuta-se drasticamente e alcança perspectivas super positivas. Também em sua 2ª edição, a OBMV recebe apoio do Projeto IAST, com auxílio administrativo e filia-se ao Programa de Incentivo à Difusão Tecnológica e Científica (PidTEC), responsável pelo desenvolvimento de uma nova estrutura à olimpíada. Outra importante conquista, foi a adesão de Tiago Miranda de Magalhães, um dos criadores do Banco de Questões da OBMEP 2015 e professor dos Polos Olímpicos de Treinamento Intensivo (POTI). Tudo isso fez com que o número de inscritos salta-se para 2.796 de 25 escolas.

Na OBMV podem participar alunos que estejam matriculados do 6° ano do Ensino Fundamental até o 3° ano do Ensino Médio de escolas públicas e privadas do país. Nas três primeiras fases os alunos serão selecionados  a partir de provas de múltipla escolha; os classificados passarão ainda por um outro processo dissertativo para serem avaliados quanto ao seu raciocínio, o Desafio Final.

Objetivamos desenvolver o gosto pela competição científica em jovens da rede pública e particular do Brasil. Como a Olimpíada Brasileira de Matemática Virtual é uma competição online, ela ocorre com menos gastos, o que facilita sua aplicação pelas escolas e realização pelos alunos!

Logo

Idealizado em 2016 por Renan Oliveira Proença, fundador do Grupo Obmepeiros de Educação,  foi realizado pela primeira vez em 2017 ainda com o nome Programa de Polos de Reforço Olímpico. A ideia original era criar uma rede de polos integradas de preparação para olimpíadas do conhecimento.

Renan havia percebido que em várias escolas do Brasil haviam pequenos projetos internos de preparação para a OBMEP, porém, além de serem poucas e isoladas, a maioria não possuía uma grade curricular certa para o ano.

Pensando nisso, em 2017 levamos o Reforço Olímpico para 12 escolas ao redor do Brasil e atingimos quase 150 alunos com aulas baseadas em um material didático elaborado especialmente para o projeto. No final do ano, tivemos a feliz notícia de saber que a maior parte desses alunos conseguiram menções honrosas e medalhas de bronze na 13ºOBMEP.

Em 2018, o projeto passa a se chamar Programa de Treinamento Olímpico, agora dispondo além de aulas presenciais, um curso online complementar ao presencial. Nosso objetivo é atingir aproximadamente 1.000 alunos de 30 escolas.

Obmpeiros Simulados

Ainda em fase de desenvolvimento, a Obmepeiros Simulados promete ser a maior plataforma de simulados olímpicos do Brasil! Seu lançamento está previsto para 25 de fevereiro de 2018.

Em seu primeiro ano, a Obmepeiros Simulados contará apenas com simulados da primeira e segunda fase da OBMEP, porém, o intuito é que, em alguns anos, sejamos a plataforma mais completa! Produzindo simulados da OBMEP, OBM, OBMV, OBF, OBFEP, OBQ, OBQJr, ONHB, OBL, OBB, OLP dentro outras.